LOCATION/TYPE

NEWS HOME

[ exact phrase in "" • results by date ]

[ Google-powered • results by relevance ]



Archive
RSS

Add NWW headlines to your site (click here)

Get weekly updates

WHAT TO DO
when your community is targeted

RSS

RSS feeds and more

Keep Wind Watch online and independent!

Donate via Paypal

Donate via Stripe

Selected Documents

All Documents

Research Links

Alerts

Press Releases

FAQs

Campaign Material

Photos & Graphics

Videos

Allied Groups

Wind Watch is a registered educational charity, founded in 2005.

News Watch Home

Engie (EGIE3) paralisa parque eólico após problema em equipamento; Siemens Gamesa investiga 

Credit:  Publicado em 5/7/23 | Por Luciano Costa | flj.com.br ~~

[Engie suspended operations at the Santo Agostinho wind farm, under construction in Rio Grande do Norte with some machines already in operation, after malfunctions led to the blade falling off a wind turbine supplied by Siemens Gamesa.]

A Engie suspendeu hoje as operações do parque eólico Santo Agostinho, em construção no Rio Grande do Norte e já com algumas máquinas em funcionamento, depois de avarias que levaram à queda da pá de um aerogerador fornecido pela Siemens Gamesa, segundo informações de fontes confirmadas à Mover pelas empresas.

O problema no equipamento ocorreu após a Siemens Energy ter admitido, em 22 de junho, que enfrenta “substancial aumento no nível de falhas em componentes de turbinas eólicas” da Siemens Gamesa e que realizará uma longa avaliação técnica dos produtos da controlada.

“As causas do incidente, com danos apenas materiais, estão em criteriosa investigação técnica junto ao fornecedor. A área onde os aerogeradores são instalados é rigorosamente isolada, sem oferecer riscos às equipes de trabalho. Além disso, houve paralisação temporária de todos os equipamentos já operacionais para prevenção e avaliação”, disse a Engie, em nota à Mover.

Procurada, a Siemens Gamesa confirmou a quebra da pá em uma de suas turbinas na usina da Engie. “A Siemens Gamesa imediatamente iniciou uma investigação interna para determinar a causa raiz do incidente. Até que a análise esteja completa, não podemos especular sobe a causa “, informou a empresa europeia em nota enviada à Mover.

O parque Santo Agostinho tem investimentos estimados em R$2,3 bilhões, com total de 70 máquinas e 434 megawatts em capacidade. Ao divulgar resultados, em maio, a Engie projetava finalizar a implantação do projeto até o quarto trimestre.

Uma fonte próxima à indústria disse que ainda é cedo para entender o que houve, e que a falha pode ter se originado na própria pá ou na turbina da Siemens. Mas duas fontes relataram incidentes em outros projetos com máquinas da fabricante de controle alemão.

“Todo mundo que está instalando essas máquinas novas da Siemens Gamesa está tendo problemas”, disse à Mover uma das fontes, pontuando, no entanto, que a mais recente geração de turbinas eólicas, com equipamentos maiores e mais produtivos, também registra mais falhas em geral.

“Está acontecendo com todos, o problema é que com a Siemens Gamesa acontece com muito mais frequência”, disse a fonte, que atribuiu as falhas a uma “corrida” para aumentar o desempenho das máquinas nos últimos anos.

Há cerca de um mês, um equipamento também instalada pela Siemens Gamesa em parque eólico da AES Brasil no Ceará, a usina Santos, registrou problemas e precisou ser paralisada, disse uma segunda fonte. “Pegou fogo em uma turbina”.

Procurada, a AES Brasil confirmou o incidente e disse que “está em andamento uma análise de causa raiz”. A companhia acrescentou que a operação e manutenção dos aerogeradores é “respaldada pelo suporte técnico da Siemens Gamesa, o qual não tem sido impactado pelas declarações da referida companhia”.

Em 13 de março, a Siemens Gamesa anunciou a suspensão temporária da produção de turbinas eólicas em sua fábrica no Brasil, alegando que buscava “ajustar sua estrutura de produção”. A informação foi divulgada em primeira mão pela Mover.

Source:  Publicado em 5/7/23 | Por Luciano Costa | flj.com.br

This article is the work of the source indicated. Any opinions expressed in it are not necessarily those of National Wind Watch.

The copyright of this article resides with the author or publisher indicated. As part of its noncommercial educational effort to present the environmental, social, scientific, and economic issues of large-scale wind power development to a global audience seeking such information, National Wind Watch endeavors to observe “fair use” as provided for in section 107 of U.S. Copyright Law and similar “fair dealing” provisions of the copyright laws of other nations. Send requests to excerpt, general inquiries, and comments via e-mail.

Wind Watch relies entirely
on User Funding
   Donate via Paypal
(via Paypal)
Donate via Stripe
(via Stripe)

Share:

e-mail X FB LI TG TG Share

Tag: Accidents


News Watch Home

Get the Facts
CONTACT DONATE PRIVACY ABOUT SEARCH
© National Wind Watch, Inc.
Use of copyrighted material adheres to Fair Use.
"Wind Watch" is a registered trademark.

 Follow:

Wind Watch on X Wind Watch on Facebook

Wind Watch on Linked In Wind Watch on Mastodon